Julia – Minha amiga Mirian

Julia – Minha amiga Mirian

Obs: caso vc já tenha lido algo meu, pode pular essa minha apresentação pessoal logo abaixo.

Um pouco sobre mim

Me chamo Julia e tenho 26 anos. Me acho bonita e interessante.

Meu objetivo ao relatar minhas histórias é romper um pouco com os contos que circulam por aí. A minha intenção é alcançar mulheres que buscam fantasias reais, diferentes dos contos eróticos que costumamos ler na internet.

Sabe aquela curiosidade em saber dos detalhes do último encontro da sua melhor amiga? Pois então. O intuito aqui é descrever acontecimentos reais, bastante diferentes dos contos eróticos que, em sua maioria, são voltados para o imaginário masculino.

Sou solteira e trabalho em um escritório de uma grande cidade. Tenho uma razoável estabilidade financeira e moro sozinha num pequeno apartamento no centro da cidade.

Sobre o meu corpo, me acho cada vez mais bonita e sensual. Tenho 1, 74 de altura, sou branca de cabelos bem pretos e um pouco cacheados. Sou magra, mas não magérrima. Tenho olhos castanhos bem claros e seios pequenos/médios. Gostaria de ser um pouco mais alta e ter um busto um pouco maior, mas como eu disse, sou bastante satisfeita com o meu corpo.

Em especial, duas coisas eu gosto bastante em mim. A primeira coisa é meu cabelo. Gosto de cuidar bem dele, e quase sempre estou de cabelo bem grandão, lavado diariamente e com bastante volume nos meus cachos.

A segunda característica que amo em mim – e que só recentemente aprendi a gostar – é o meu bumbum. Desde muito nova eu não me sentia confortável com o tamanho e o formato dele. Parte pela obsessão besta com a magreza típica da adolescência; parte pelo assédio constante que eu sempre sofri por homens em varias épocas e situações. Tudo isso me fez esconder o que eu hoje acho mais bonito e atraente em mim.

Não que eu tenho uma bunda super gigante e descomunal (rsrs). Não. O que eu tenho é um bumbum grande, empinado e bem redondinho. Não sou nenhuma “barbie” super padrãozinho não, mas meu bumbum grande se harmoniza bem com o restante do meu corpo: tanto com a cintura fina(mas nem tanto), tanto com as coxas grossas(mas nem tanto também).

Quanto ao meu jeito de ser, acredito que levo uma vida pacata. Trabalho muito durante a semana e procuro me divertir nos finais de semana. Gosto de sair com minhas amigas, me maquiar, botar aquele vestido bonito e aquela calcinha nova bem fininha.

Sou simplesmente alguém disposta a se divertir: dançar, conversar, conhecer pessoas e, quando me sinto a vontade, fazer sexo delicioso.

Bom, esta foi apenas uma pequena apresentação de mim e de minha vida. No decorrer de cada conto eu falo um pouco mais sobre mim.

Vem comigo!

_________

Eu e minha amiga Miriam

Eu gosto mesmo é de homem. Sempre gostei. Mas eu sempre soube apreciar a beleza feminina, e sempre tive um fundinho de curiosidade pra saber como seria o sexo com outra mulher.

O que irei contar aqui se passou há uns 4 anos atrás entre mim, uma amiga do interior e o então peguete dela. Tudo começou com uma brincadeira minha.

O namorado dela era daqueles caras super bonitos. Daqueles bonitões que todas as mulheres próximas ficavam de queixo caído. Caio era um desses. Moreno, alto, bombadinho e muito atraente. Eu disfarçava bem, mas também achava ele muito bonito. Até que a Miriam começou a sair com ele.

continua depois da publicidade

E no dia que ela me contou que estava saindo com ele eu logo propus, de brincadeira, que ela me oferecesse para o Caio. Rimos muito, mas percebi que ela ficou um pouco pensativa após a risada.

Passado alguns dias a Miriam me aparece com a proposta deliciosa, e séria: “Quer que o Caio coma nós duas juntas?”. Disse não, e fiquei meio confusa na hora. Tive medo de despertar algum ciúme nela e acabar perdendo a amiga. Ela me disse que era tudo bobagem da minha cabeça e me convenceu. Fomos os 3 ao motel.

Do convite até o delicioso dia do encontro eu só tinha pensamentos para o Caio. Nem de longe eu desejava a Miriam. Não que eu não a achasse bonita e sensual, mas porque eu a via como amiga apenas, e eu desejava muito o Caio me comendo.

No início, a Miriam comandou toda a movimentação: pediu pro Caio se deitar de costas e me propôs que eu o chupasse. Chupei ele com muita vontade, enquanto eu passava a mão naquele corpo todo bombadinho, todo delicioso. Miriam se ajoelhou com a buceta na cara dele, e ele chupou deliciosamente a minha amiga.

Depois de um tempo chupando, o pau dele ficou muito duro e ele pediu pra ir mais devagar senão ele gozaria antes de meter. Nessa hora, pedi para trocar de lugar com a Miriam, pois eu também queria ser chupada por aquele lindo. E foi aí que a magia aconteceu.

No ato de trocarmos de lugar, nós duas passamos lado a lado uma da outra. E foi quando a Miriam subtamente me “atacou”.

Primeiramente ela meteu a mão na minha buceta, de frente, nós duas ajoelhadas na cama. E logo me deu um baita beijo na boca. Fiquei sem reação. Nos esquecemos do Caio e ficamos ali um bom tempo a nos beijarmos, enquanto ela me acariciava de um jeito que eu nunca tinha experimentado antes. Se você amiga leitora ainda não experimentou, saiba: a siririca vinda de outra mulher é uma coisa única, maravilhosa.

E assim foi. Gozei ali mesmo, de joelhos, com as mãos nos peitos grandes e bonitos da Miriam. Um pouquinho antes de eu gozar, no entanto, ela passou a mão esquerda na minha bunda e inesperadamente enfiou 2 dedos no meu cuzinho. Em tudo ela foi firme, sem ser agressiva(coisa que só os homens muito bons de cama conseguem fazer, aliás).

Depois disso o Caio me comeu gostoso. Mas eu ainda estava maravilhada com a “pegada” da Miriam. Enquanto ele me comia de quatro, a Miriam passava as mãos na minha bunda e repetia com entusiasmo:

-“que bunda você tem, amiga!! Que bunda linda!”.

Eu, com tesão, respondia:

-“Minha bunda é bonita Miriam? Fala outra vez o que você acha dela”.

E a Miriam voltava a repetir:

-“Acho que é um traseirão perfeito. Um bumbum empinadinho, redondinho, delicioso. Como tua bunda é maravilhosa, amiga”.

A conversa deliciosa só não se prorrogou mais porque o Caio, também com muito tesão, gozou.
Eu e a Miriam continuamos grandes amigas mas, por incrível que pareça, só transamos uma única segunda vez. Um pouco porque a vida nos separou de cidade; um pouco para meio que preservar a nossa relação de amiga; um pouco porque eu e ela gostamos mesmo é de homem.

Nos últimos anos saí umas outras vezes com mulheres. Mas nenhuma vez foi tão surpreendente como dessa vez com o Caio e com a Miriam.

bjinhos!
Comentem, please!

Deixe um comentário


Online porn video at mobile phone


ler contos eróticoscontos eroticos entre irmaoscontos erpticoscintos eróticoserotico contocontos erorticosconto eróticoscontos eróticos lesbicoconto eróticoscontos eróticos primoscontos excitantesco ntos eroticoscontos eroticos siriricaconto erocontos de menagewww.contos eroticoscontos sexo lesbicocontos eróticos lesbicoslésbicas contoscontos erotucoscontos eroticos brcontos eróticos estrupocontos eroticos veridicoshistorias picantescontoserticoscontoseróticosconto erotico picantesc9ntos eroticosconto erotico gravidacontos de traicaocontos eróticos grátiscontos sexuaiscontoseroticosccontos eroticoscontos eróticos quentescontos eroticocontos eroticos com a empregadaporno contoscontos eróticos sogracontos eroticos mais lidoscontos eróticos atuaiscontoserotcontos ercontos eróticos dpcontos eróticos realcontos eroticos veridicoscontos eróticos comi minha sogracontos xxxcomi minha irmacontos eroticos vovôcontos eroticos casalcontos eroticos onibusconto erótico lésbicacontos eroticos de cornosdei para meu sobrinhocontos eroticos casaiscontoseroticosdeincestocontos eróticos picantecontos eroticosconto erótico lesbicoconos eroicoscontos eroticos oralcontos eróticos sobrinhacontos eroticoscobtos eroticoscontos eroticos incestoscontos eroticos de sograconto erótico heteroconntos eroticosrelatos eróticocontos eroconto erotico estupradaconto erotconto eróticos