O início ….

O início ….

O início ….

Podem me chamar de Sra S, e o que vou relatar aqui é um conto 100 % real

Não consigo falar ao certo qdo tudo começou, qdo o desejo louco e desenfreado pelo meu amigo Sr G foi despertado dentro de mim.

Ao que me parece, esse sentimento sempre existiu mas estava adormecido e enterrado já que era algo impossível de acontecer .

Sou casada a mto mto tempo e ele também é. Nos conhecemos a 21 anos e nossas famílias são ligadas por amizade e negócios.

Somos felizes com nossas escolhas e famílias,dessa forma nunca tivemos a intenção de uma relação extraconjugal.

Porém aconteceu e aceitamos ter vivido momentos felizes, de gozo e de mto prazer sem que a culpa nos consumisse.

Um dia, em nossos encontros casuais, entre a última cerveja e uma despedida meu amigo se aproximou e disse – preciso te pedir perdão !!

E eu sem entender perguntei

Porque Sr G? O que vc fez de grave q mereça meu perdão ?

Ele disse

Eu desejei vc !! Não só desejei como gozei pensando em vc ! Fiz isso batendo uma punheta !!

Na hora levei na brincadeira, falei deixa de besteira !! Vc é um palhaço mesmo !

E ele se foi.

Acontece que, todos os dias depois daquele, todos sem exceção eu pensava naquela confissão. Pensava em tudo que eu já sentia e de alguma forma tinha reprimido, dos dias de grande desejo q senti ao observar seus gestos e sua genialidade para resolver questões de trabalho.

Desejos ao observar seu humor e sua capacidade de me tirar largos sorrisos de suas piadas improvisadas, então pensei :

Será que ele tinha percebido ? Será que estava me testando ?

Que brincadeira foi aquela ?

Os dias se passaram, e em meio a uma troca de conversas

Que hj não me lembro quem iniciou e nem o que estava sendo falado eu toque no assunto da confissão. Nesse momento ele novamente me pediu desculpas, agora não mais por ter me desejado um dia

Mas sim por ter confessado isso.

continua depois da publicidade

Nem pensei mto , respondi a ele que não precisa pedir desculpas. Não precisava passar por aquilo pq não via mal algum naquele sentimento e acabei falando dos meus desejos por ele tbm .

Nesse momento enquanto eu falava com ele, comecei a me tocar e imaginar q maravilhoso seria se fosse seus dedos a tocar meu clitóris e não os meus. Comecei pensar em sua boca buscando a minha, descendo pelo meu pescoço e pelo meu colo dos seios

Imaginando como eu me entregaria fácil aquela situação e ali, no meio daquele bate pApo eu tive o primeiro orgasmo pensando nele .

Como eu não mandava áudio, as alterações do meu corpo não foram percebidas. Ele não ouviu minha respiração e nem o que eu balbuciava entre a gozada.

E encerrei meu dia de conversa ali .

Depois desse dia , outras mensagens vieram, e tudo era movido pela imaginação. Com o passar dos dias nossas conversas foram ficando cada vez mais íntimas e então ele falou que já tinha mto tempo que não fazia sexo anal, que sentia desejos mas não encontrava esse tipo de sexo em seu casamento. Que tudo bem, que amava mto sua esposa e que isso não era empecilho para que fosse feliz .

Tínhamos naquele mesmo dia um encontro aqui em casa, entre amigos

Eu, meu filho e família , Sr G e meu marido. Então pedi para que viessem mais cedo um pouquinho,falei que faria um presente à ele , que daria meu cuzinho p ele naquela noite . Acho que ele não acreditou no que eu estava oferecendo.

Mas eu já estava tomada pelo tesao e desejo e qdo ele chegou eu estava pronta para recebê-lo .

Quando eu abri o portão para ele entrar, junto estava abrindo um livro com páginas em branco para ser escrito por histórias loucas q viveríamos a partir dali .

Ele entrou

Desocupou suas mãos e começou a me beijar

Havia muito tempo que não recebia um beijo com sabor de desejo como aquele.

Então ele se abaixou e passou sua língua em mim. Fiquei louca de tesão mas tínhamos poucos minutos . Então o puxei para perto do meu corpo

Beijei sua boca maravilhosa e me virei ficando assim de costas

Peguei seu Penis e coloquei dentro da minha bunda, na entrada do meu cuzinho e mexi de um lado e do outro para que se encaixasse bem. Começamos a fazer movimentos e ele gozou. E esse foi o primeiro de mts momentos de prazer que viveríamos a partir daquele

Nos arrumamos, disfarçando as evidências e entramos para o encontro rotineiro com a família.

Isso aconteceu em 17/07/2018

Deixe um comentário


Online porn video at mobile phone